Concepções de subjetividade em Rogers, Freud e Gendlin: psicoterapia humanista fenomenológico-existencial e sabedoria oriental

Autores/as

  • Walter Andrade Parreira Universidade Fundação Mineira de Educação e Cultura

Palabras clave:

experienciação, simbolização, focalização, problemas psicológicos, dualidade

Resumen

Resumo

Este trabalho apresenta uma reflexão sobre as concepções de subjetividade da Psicoterapia Centrada na Pessoa (Carl R. Rogers), da Psicanálise (Sigmund Freud), e da Psicoterapia Experiencial (Eugene T. Gendlin) e sobre as possí­veis consequências ou ressonâncias das diferenças entre elas para a compreensão/definição do problema de natureza psicológica, para a conceituação do que é comumente designado como saúde mental e para o exercí­cio da prática psicoterápica. Apresenta, também, um cotejamento entre fundamentos da Psicologia Humanista/Fenomenológico/Existencial e das sabedorias, filosofias ou religiões orientais.

Resumen

Este artí­culo analiza las diferencias entre las concepciones de la subjetividad en la Psicoterapia Centrada en la Persona (Carl R. Rogers), el Psicoanálisis (Sigmund Freud), y la Psicoterapia Experiencial (Eugene T. Gendlin) y las posibles consecuencias de estas diferencias o resonancias para comprensión/definición del problema de naturaleza psicológica, para la conceptualización de lo que comúnmente se conoce como salud mental y para la práctica de la psicoterapia. También presenta una comparación entre los fundamentos de la Psicologí­a Humanista/Fenomenológico/Existencial y de las sabidurí­as, filosofí­as y religiones orientales.

Abstract

The present article deals with the differences among the conceptions of subjectivity from the Client- Centered Therapy (Carl Rogers), the Psychoanalysis (Sigmund Freud), and the Experiential Psychotherapy (Eugene Gendlin) and the possible consequences or resonances from these differences for the understanding/definition of the problem of psychological nature, for the conceptualization of what it is usually called as mental health and for the psychotherapeutic practice. It also presents a comparison between the foundations of Humanistic/Phenomenological/Existential Psychology and the oriental wisdoms, philosophies and religions.

Biografía del autor/a

Walter Andrade Parreira, Universidade Fundação Mineira de Educação e Cultura

Psicólogo, professor e coordenador do Curso de Pós-Graduação em Psicoterapia Humanista/Fenomenológico/Existencial da Universidade Fundação Mineira de Educação e Cultura (Fumec), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Descargas

607 vistas

Publicado

2018-11-21

Cómo citar

Andrade Parreira, W. (2018). Concepções de subjetividade em Rogers, Freud e Gendlin: psicoterapia humanista fenomenológico-existencial e sabedoria oriental. Revista Sul-Americana De Psicologia, 2(2), 299–234. Recuperado a partir de http://ediciones.ucsh.cl/ojs/index.php/RSAP/article/view/1747