Sintomas depressivos percebidos por professores de duas escolas públicas do interior de Rondônia, Amazônia, Brasil

  • Cássia de Lima Beijo Fundação Universidade Federal de Rondônia
  • Josiane Alves Rolim Faculdade de Rolim de Moura – FAROL
  • Eraldo Carlos Batista Faculdade de Rondônia – FCR
Palabras clave: depressão, professor, trabalho docente

Resumen

O objetivo com este estudo foi compreender os sentidos produzidos sobre a manifestação dos sintomas depressivos a partir do discurso de seis professores do ensino fundamental de duas escolas da rede pública do interior do Estado de Rondônia. A presente pesquisa foi delineada por meio de uma abordagem qualitativa do tipo descritiva. As análises do material empírico foram realizadas com base na Análise do Discurso orientada pela Psicologia Discursiva.
Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados entrevista emiestruturada, caderno de campo e observação sistemática. Por meio dos discursos dos articipantes desta pesquisa foram identificados os seguintes repertórios interpretativos: a) a desvalorização profissional e o adoecimento psíquico; b) a percepção docente quanto à depressão; e c) a prática docente e os problemas emocionais vivenciados no âmbito escolar. Conclui-se que as condições inadequadas de trabalho e a desvalorização profissional são percebidas pelos professores como principais fatores relacionados ao adoecimento psíquico.

Biografía del autor/a

Cássia de Lima Beijo, Fundação Universidade Federal de Rondônia

Graduada em Pedagogia pela Fundação Universidade Federal de Rondônia

Josiane Alves Rolim, Faculdade de Rolim de Moura – FAROL
Graduada em Psicologia pela Faculdade de Rolim de Moura – FAROL
Eraldo Carlos Batista, Faculdade de Rondônia – FCR

Doutor em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Rondônia

Professor do Departamento de Psicologia da Faculdade de Rondônia – FCR

Publicado
2019-07-29